Matérias

15ª Romaria comemora jubileu de 30 anos da diocese, em Aparecida

A Diocese de Osasco realizou no dia 01 de maio a 15ª Romaria Diocesana ao Santuário Nacional de Aparecida.

A peregrinação que acontece todos os anos trouxe em 2019 um sentido muito especial, o jubileu de 30 anos da instalação da diocese completados neste mesmo dia. Sob o tema “Com a Mãe Aparecida – 30 anos de evangelização”, a data foi celebrada por cerca de 20.000 romeiros vindos das diversas paróquias que compõem a Diocese de Osasco.

Logo ao amanhecer as inúmeras caravanas já começavam a chegar ao Santuário, em clima de comemoração e com muita fé, os fiéis se reuniram às 7h em frente à Tribuna Bento XVI para a concentração, onde foram acolhidas as relíquias de Santo Antônio e São João Paulo II, padroeiro e co-padroeiro da diocese, respectivamente. E em seguida, rezaram o Santo Terço que teve como intenção central os 30 anos da Diocese de Osasco.

Após as orações, os romeiros participaram da Missa Solene presidida por Dom João Bosco, bispo diocesano, concelebrado pelo bispo emérito Dom Ercílio Turco, Monsenhor Claudemir José – vigário geral, e padres da diocese.

No dia 1º de maio é celebrado o ‘Dia do Trabalhador’, neste sentido durante a homilia, Dom João dirigiu sua reflexão relembrando todos os desempregados, que se encontram em situação difícil e vítimas, muitas vezes, das injustiças sociais e políticas. E pediu a intercessão de São José, exemplo de homem justo e honesto, por todos os trabalhadores para que encontrem um novo emprego e recuperem a sua dignidade e de suas famílias.

Entrada das relíquias no início da Santa Missa, no Santuário.

Aproveitando a oportunidade, o bispo comunicou aos diocesanos a campanha “Osasco abraça Pemba”,assumida em favor da Diocese de Pemba (vítima do Ciclone Kenneth e das fortes chuvas), onde está como bispo Dom Luiz Fernando Lisboa, originário da Diocese de Osasco. Dom João Bosco expressou o desejo de que esta seja apenas uma das muitas iniciativas missionárias, enfatizando o ‘Mês Extraordinário das Missões de 2019’ proclamado pelo Papa Francisco, que tem como objetivo despertar a consciência da missio ad gentes na vida pastoral da Igreja.

Encerrando sua homilia, o bispo ressaltou seu agradecimento a Dom Francisco Manuel Vieira, primeiro bispo da diocese, a Dom Ercílio Turco, e a todos que contribuíram com essa história ao longo dos 30 anos de evangelização.

Ao final da celebração, Dom João fez a leitura do comunicado da aclamação de São João Paulo II como co-padroeiro da diocese, que aguarda o Decreto Oficial da Congregação para o Culto Divino, responsável por tudo que diz respeito a Sé Apostólica acerca da Liturgia, dos sacramentos e dos sacramentais.

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *